Como rentabilizar seu projeto de Jornalismo na internet – Parte 1

Essa até o The New York Times quer saber… haha

Mas eu falo para quem tem um projeto independente de Jornalismo na internet, é pequeno e precisa de um empurrão financeiro para continuar na ativa.

Sem enrolação, receber dinheiro em um projeto é a parte mais difícil. Isso porque não adianta a ideia ser linda sem um modelo de negócio estruturado. A verdade dói, eu sei.

Hoje eu vou falar sobre:

  • Por que as pessoas compram
  • Qual é o processo para rentabilizar um projeto

Por que as pessoas compram, Verônica?

compras

As pessoas tiram dinheiro do bolso, basicamente, por dois motivos: dor ou status. What?

Dor: você compra um carro novo porque o seu está um desastre, com a porta caindo, o vidro quebrado, o farol não funciona e ele pode te deixar na mão a qualquer momento em uma rodovia escura.

Status: você compra um carro novo porque você acredita ser muito bom ter sempre um automóvel do ano, aquele bonito da propaganda. E mostra para a sociedade seu poder aquisitivo.

Exagerei? Vem comigo.

Vamos ao supermercado porque temos que comer (dor). Pedimos um empréstimo, se preciso, para comprar o remédio que precisamos na farmácia (dor). Pagamos um curso caro porque você precisa se especializar (dor). Compramos porque temos um problema para resolver.

Agora quando pagamos por uma roupa cara e linda do shopping, trocamos de carro porque a nova versão é mais legal, vamos ao restaurante mais caro da cidade… e você entendeu. Isso é status.

Responda mentalmente: como eu ajudo as pessoas a resolverem um problema? Ou como eu faço para que elas se sintam melhores, evoluam?  Se você não tem a mínima ideia, mais difícil será a monetização. (Disse difícil, não impossível).

Perceba que um blog especializado em dicas de beleza tem mais chances de faturar do que um portal de notícias gerais. Contra-intuitivo, mas verdade. Quanto mais você segmenta o público do seu negócio, melhor você comunica e resolve o problema dele.

Entendido isso, vamos para o segundo tópico da conversa…

O processo de rentabilização

vantagens-e-desvantagens-do-empreendedorismo-digital

O caminho que vou mostrar a seguir foi o que eu aprendi, apliquei e tive um bom resultado. Mas, claro que há inúmeros para seguir ou criar.

É importante dizer que não estou considerando a monetização tradicional, de patrocínio ou publicidade. Foco no desenvolvimento de produtos e infoprodutos para um público segmentado.

Lá vai:

Captura de tela 2016-08-25 16.54.07

Passo 1 – Crie uma audiência

Invista em conteúdo de qualidade para seu público segmentado. Promova a interação entre as pessoas. Incentive o compartilhamento de ideias. Dessa forma, você aumenta seu alcance e tráfego para seu projeto.

Passo 2 – Mantenha o relacionamento

Não basta enviar pessoas para o seu blog. Você precisa manter contato com elas. Além de responder todos os comentários, crie um formulário de contato e oferta de dicas ou newsletter. Envie conteúdo relevante para essas pessoas constantemente e estabeleça uma relação de confiança — verdadeira, claro.

Passo 3 – Desenvolva um produto

Agora que conhece muito bem seu público, por meio do relacionamento que criou, você entende a dor dele. Tente pensar em soluções que fariam a vida dessas pessoas melhor.

Se você tem um blog de dicas profissionais, por exemplo… Crie um e-book sobre como fazer uma boa entrevista de emprego, baseado em entrevistas com grandes gerentes de RH do Brasil. Coloque na Amazon e vende. Por que não? Faça um mini curso de como fazer uma apresentação de slides impressionante. Desenvolva um aplicativo de busca de emprego na cidade e peça ajuda em um financiamento coletivo. E aí, tem muita imaginação para criar produtos.

Liberte-se da mentalidade que você é apenas um jornalista. Se pretende monetizar seu projeto, você também é um empreendedor.

Passo 4 – Monte uma oferta

Ter o produto é insuficiente. É preciso uma boa oferta para atrair o público certo e agregar valor à sua criação.

Oferta é a maneira como seu produto é apresentado às pessoas. Você deve oferecer um valor e não o objeto em si. Crie uma página com testemunhos de quem já usou, coloque claros os benefícios do que está sendo vendido, ofereça garantia, bônus e seja generoso com as formas de pagamento. Esses e outros itens, juntos, formam um conjunto de elementos que elevam o valor do seu produto.

 

ALERTA! Entendo que tudo isso parece estranho à nós, jornalistas. Não fomos preparados para pensar dessa forma, muito menos receber dinheiro do leitor. Dá gastura, nervosismo — e parece que estamos fazendo algo errado. Fique calmo! Assuma o compromisso e a ética de oferecer conteúdo relevante e de qualidade a quem precisa dele. Tenha a responsabilidade de prometer apenas o que pode cumprir. É um trabalho sério e você merece receber por ele.

 

Essa é uma série de artigos onde compartilho minha experiência com rentabilização de projetos. Espero que a parte 1 tenha sido útil. 😉

Beijo.

V.

Ah! Se você tiver interesse em saber mais, participe do webinário da jornalista Nathalia Ziemkiewicz. Ela foi repórter da Editora Globo e saiu da redação para escrever um blog sobre sexualidade e informação. A ideia era muito boa, mas não conseguia ganhar dinheiro com ela. Até que tudo mudou e ela vai contar para gente essa trajetória do Na Pimentaria.

Captura de tela 2016-08-25 19.02.28Captura de tela 2016-08-25 19.03.01

arrow

Webinário GRATUITO com Nathalia Ziemkiewicz

Encontro online e ao vivo. Vagas limitadas. Inscreva-se para assistir.

privacy Valorizo sua privacidade. Também odeio spam