Jornalista aposta em canal no YouTube para vencer a crise na profissão e o desafio dos 30 anos

Ariane tem sorriso fácil. A gargalhada é do que mais lembro desde que nos vimos pela última vez. A determinação também é marcante, daquelas mulheres porretas na vida, sabe?! Ela chegou no curso do REALIZE certa de que iria fazer um canal no YouTube sobre a crise que ela mesma passava aos 30 anos de idade. Estava decidida a fazer dar certo.

Pense bem: todas as mulheres resolvidas assim alcançaram o que queriam e foram além das próprias expectativas. Puxe aí na sua memória. Sempre foi só uma questão de tempo para tomarem posse da vitória que planejaram ter. Urrr… Escrevi bonito, hein?! Certamente você ainda vai ouvir muito sobre Ariane Locatelli.

Isso porque ela sempre foi muito curiosa. Tagarela, fazia questão de ser a porta-voz da sala de aula. Ficava fascinada com o trabalho dos repórteres. Na adolescência, queria ser Glória Maria, viajar o mundo, contar histórias de lugares e pessoas incríveis. Pronto. Estava certa de que seria jornalista.

Antes disso, cursou Letras porque não havia faculdade de Jornalismo no interior onde morava. Foi até o quarto ano, quando a vontade de estar em frente às câmeras foi mais forte. Largou tudo e se mudou para São Paulo atrás do sonho.

Viu? Essa valentia não se encontra em todo lugar.

Cursava Jornalismo enquanto trabalhava como vendedora de móveis de escritório para pagar as contas. Formou em 2011, passou em rigorosos processos seletivos e começou uma saga pelas afiliadas da Rede Globo: Presidente Prudente (SP), Rio Verde (GO), Brasília (DF) e voltou para São Paulo.

”Tenho orgulho de dizer que sou jornalista. Mas tem que ter muito sangue frio pra lidar com algumas situações. Em redação de TV, fala-se que o trabalho é em equipe, mas é difícil encontrar quem realmente jogue no seu time. Outro fato que me preocupa é o deadline apertado e o pouco tempo para apurar. A chance de erro é grande.”  

Ariane fez alguns freelas e criou o projeto do Jovem de 30, que foi ao ar em julho do ano passado. A rotina estressante de jornalista e a vontade de ter mais autonomia no trabalho despertou o desejo de apostar nessa ideia nova e desafiadora. Por que não criar um canal no YouTube para falar sobre os questionamentos do ser humano em uma fase determinante da vida?

youtube: ariane locatelli

Janela para o YouTube

”Comecei a me perguntar o que me deixava feliz na profissão, porque estava me sentindo mais estressada e cansada do que feliz. Quando voltei pra São Paulo, peguei todo o começo da crise econômica e não consegui um emprego fixo. Só se ouvia falar em demissões. Pensei: não posso ficar parada. Eu tinha acabado de fazer 29 e me toquei que poderia estar na “crise dos 30”. Juntei as duas coisas.”

Até agora, ela produziu 17 vídeos e 1 série. São 500 seguidores e mais de 15 mil visualizações. O maior desafio é aumentar a audiência do canal. Para ter um retorno financeiro, é preciso muitos inscritos e visualizações para ganhar com publicidade. Então, dá uma força para Ariane e se inscreva no Jovem de 30 para acompanhar o conteúdo que é importante, leve e até divertido. 😉

O caminho é árduo. Não há uma receita de bolo para ser reconhecido na internet. Muita gente nem imagina o quanto faz diferença apertar no botão vermelho de inscrição de um canal e cada novo membro é motivo de comemoração, como ela mesma diz.

youtube: ariane locatelli

Lições do caminho

O maior aprendizado é paciência e persistência, sem dúvida. Além de ter que se reinventar para descobrir uma linguagem coerente com a internet. Aquela postura séria e distante do público talvez não cole mais. Interação é a palavra-chave nesse processo de conquista de seguidores. Não tem como não refletir sobre os novos passos do Jornalismo.

“Vejo redações se fechando ou reduzindo drasticamente o quadro de funcionários. Vejo jornalistas saturados com as condições de trabalho e demitindo seus patrões. Acredito que a internet seja o caminho, talvez o mais democrático. Muitos projetos independentes ganham espaço.”

A aposta da Ariane para ser reconhecida pelo bom conteúdo no YouTube está em fazer parcerias com outros profissionais da plataforma, estudar negócios e Marketing, e nunca – nunquinha – desistir.

 

E as dicas para quem quer começar um canal, claro…

  • Estudar tudo o que puder sobre o YT. A plataforma disponibiliza muitas dicas no próprio canal, um passo a passo.
  • Investir em equipamento. Pra ter uma qualidade boa de imagem e áudio. Você vai precisar de uma câmera profissional ou semi, luzes e microfones.
  • Escolha um conteúdo que você domine e consiga sustentar e desenvolver em muitos vídeos.

Faca e queijo na mão? Manda ver.

Se precisar de ajuda de um profissional, conheça o REALIZE – Programa de Protagonismo Digital para Jornalistas.